top of page
iStock-1138560072-1024x682.jpg

VENDAS DE VEÍCULOS CRESCEM 17% NA 1ª QUINZENA DE 2024

Dados do Renavam apontam para 78 mil veículos emplacados nos primeiros onze dias úteis.

No mesmo período do ano passado foram 66,5 mil unidades.

 

Nos primeiros onze dias úteis do ano foi registrada a venda de 78 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, crescimento de 17,3% sobre o mesmo período do ano passado, de acordo com dados preliminares do Renavam. A média de vendas por dia útil foi de 7 mil veículos na quinzena, enquanto que no mesmo intervalo no ano passado somavam pouco mais de 6 mil.

 

Segundo fonte ligada ao varejo ouvida pela reportagem os emplacamentos do período foram impulsionados por vendas a locadoras, que responderam por cerca de 50% dos negócios: “Janeiro geralmente é mais fraco, mas não tanto assim. Há concessionária que representa três marcas e que não havia, ainda, vendido nenhum veículo”.

 

Se continuar neste ritmo, analisa a fonte, o mês terminará com 154 mil a 156 mil unidades emplacadas. Para efeito de comparação janeiro de 2023 registrou 141,8 mil unidades, o que configurava aumento de 12% ante igual período em 2022.

 

Em sua avaliação o que tem segurado as vendas no varejo é uma receita composta por preços altos que não param de subir, uma vez que na virada do ano já foram feitos reajustes, juros na ponta ainda elevados apesar da tendência de queda, com taxa média de 26% ao ano, dificuldade em acessar o crédito e insegurança com os rumos da economia, sem trégua com o desemprego, que ainda bate à porta do trabalhador.

 

Mesmo o desempenho em dezembro, segundo a fonte, foi fraco diante do que normalmente se espera do último mês do ano, e muito disso é posto na conta do crédito. A cada dez fichas analisadas apenas duas ou três são aprovadas. Com a inadimplência ainda elevada os bancos não liberam financiamentos e, mesmo com estoques elevados, as vendas não decolam.  

 

A perspectiva divulgada pela Fenabrave neste início de ano é de que os emplacamentos poderão ficar até 12% acima dos registros de 2023, que contou com 2,3 milhões de unidades, fechando dezembro com 2,5 milhões de veículos.

 

O Hyundai HB20 liderou as vendas da quinzena, com 5,3 mil unidades. A Fiat Strada, com 4,5 mil, ficou na segunda posição e o Hyundai Creta, 2,7 mil, foi o terceiro.

 

bottom of page